patos de minas d. C

ontem de noite eu tava aqui nos patos de minas, convidei o theo pra dar um rolé

pegamos o carro da virgínia, e ficamos passeando pela cidade, já adormecida às 22 horas

ouvimos de cabo a rabo o disco do vinícius e do baden. theo estava dormindo no banco de trás qdo passamos em frente à antiga casa do meu avô. desliguei os faróis, ficamos flanando pelos quarteirões. tive uma clara sensação de que todos os eventos passados não aconteceram ali. porque vai saber a posição do planeta naquela altura do campeonato. assim: a escola em q minha mãe conheceu meu pai era aquela, mas o local onde se deu o encontro primeiro poderia estar a 10 mil quilômetros dali.

e foi revirando arquivos antigos q me deparei com o video abaixo, ainda inédito no star putz. é a cobertura do festival marreco do ano passado. o porcas tocou. foi um dia de muita chuva, me lembro do alê (a mãe dele tb é filha de patos de minas, e foi amiga dos meus pais na adolescência) chorando muito bonitamente no quartinho vagabundo do hotel veneza, falando sobre essa coisa de revisitar a nossa terra original.

tudo muito forte

vejam o video, e perdoem meu errinho no poema do vinícius. e não deixem de ver tb os primos todos, o pai, o theo, os broderes do vandaluz e do barabizunga, o alê, o gabriel, todo mundo no palco cantando lembrancinha


tchau, patos de minas, muito amor por aqui, o ônibus segue: tanto o que vai pra uberlândia, como o que segue de faróis apagados escuro-do-céu afora, pelo trajeto sempre inédito de nossa órbita circular

3 comentários:

Ana Cláudia Zumpano disse...

patos é energia.

José das Couves Chaves disse...

Cara, que post massa, c besta. Stamos todos no mesmo ONIBUS. Pinta na minha poltrona depois - juro que arrumo barquinho de remo p/ nosco, fim de tarde, água flat.

.,. o que é que eu tenho a ver com isso?.,. disse...

estou 'putz!!!' com esse vídeo, danis!
caraaaalho.. chorei aqui! chorei...
ainda mais na citação toquinística 'numa foha qualquer...'
bjos