o herói hesitante

aí, ó. finalmente dei um print eletrônico (existirá isso?) no herói hesitante. os dias foram se sucedendo, as noites uma atrás da outra escurecendo o palco da vida pra poderem dar ensejo à apoteose matinal da explosão do sol no céu - ah o sol das mil explosões diárias, caóticas, disfarçadas de constância apolínea.

mas antes q nos desviemos demais - desviar é nossa dança - deixa eu terminar a ideia: foram os dias q levaram os exemplares do heroi hesitante pra passear. restaram pouquíssimos exemplares aqui na minha estante (primeira edição esgotada), mas o q é um herói na estante? então é por isso q fica a dica da versão eletrônica do livro.

bjo giga, assim q mandarmos a tinta no papel timbro o céu com o sol do bat sinal.

2 comentários:

Rogério Duarte disse...

Tá divulgado, Danislau: http://restosefragmentos.blogspot.com/2011/05/o-heroi-hesitante-autobiografia-de-um.html

Saudades!

PC disse...

Divulgado também no www.paginacultural.com