thus spoken msn

daniloslau says:
as coisas q eu ouço eu acho q são minhas

em termos de prazer estético

produzir informação não é muito diferente de receber infomação

desde q se seja tocado por ela

então eu acho q o q eu tenho ouvido é o q eu tenho feito

fazer é até ruim

o bom é receber

agora o mais gostoso

é receber o q vc fez

pq dá uma satisfação

não sei se isso é vaidade

vai q seja

foda-se

as éticas todas nos confundiram demais

o vamos salvar o planeta

o vamos ganhar dinheiro

as éticas criaram um finalismo

isso para aquilo

q eu acho meio indesejável

o apenas ser

acho q o apenas ser já conduz a alguma coisa, involuntariamente

desde q eu te conheço

e lá se vão longos anos loucos

c sempre foi o mesmo cara

eu tb me sinto o mesmo

então presumo q não adianta muito traçar planos

o único plano: tentar ser quem a gente é

qdo eu digo q vc não mudou, penso no seu eu q eu acho o mais massa

aquilo q se manteve é o q eu acho o mais massa

tal

vendo a mim mesmo, tb

vejo q o q se manteve é o q é o mais sensato

portanto a meta é deixar falar, predominar, esse eu-rachante

mesmo q isso redunde em porra-louquice, ou caretice

pq é esse caminho q vai nos conduzir bem

na verdade, o problema não é definir o caminho, mas o caminhante

a pergunta não é: por onde seguir

a pergunta é: quem vai seguir?

7 comentários:

Biro-biro disse...

É... o sentido da vida deve ser viver. O objetivo da viagem é a própria jornada. Bons amigos são bons companheiros de caminahda, como os homens e os cães.
PF já disse:

"Come on, my friends,
Let's make for the hills.
They say there's gold but I'm looking for thrills.
You can get your hands on whatever we find,
Because I'm only coming along for the ride.
Well, you go your way,
I'll go mine.
I don't care if we get there on time.
Everybody's searching for something, they say.
I'll get my kicks on the way.
Over the mountains, across the seas
Who knows what will be waiting for me?
I could sail forever to strange sounding names.
Faces of people and places don't change.
All I have to do is just close my eyes
To see the seagulls wheeling on those far distant skies.
All I want to tell you, all I want to say
Is count me in on the journey.
Don't expect me to stay."

Não é toda trilha que tem uma cachoeira no fim.

Walquíria Raizer disse...

(...)
encontrei o talles e foi como encontrar todos vcs. felicidade imensa.
querido, mandei o meu livro. queria muito que vc olhasse pra ele. e me contasse. teu livro esta aqui comigo. poeta. grande poeta.
quero mandar mais livros. ver vcs no palco.
beijão.
ps: pergunte ao talles o que contei pra ele. muitas idéias. muitas mesmo.
beijos pra vcs todos,
wal

André Gonçalves disse...

encontrei aqui pela entrevista da clarah. santa (???) clarah.
apareça.

...o que escapa... disse...

cara, muito massa esse texto charazim...tô surtada de ter lido isso. bjo, saudade !

Anônimo disse...

Danislau, danislau (só danislau), danislau
Vivendo de folia e caos, quebrando tudo, só danislau
vivendo entreo sim e o não
levando tudo, só danislau

Cecília Borges disse...

Fiquei sabendo do endereço ontem. Bacana, bem bacana. Fico feliz com esse pessoal incansável de Minas Gerais, esses Viramundos andando Brasil afora. Eu já levantei a mão na resposta e estou seguindo... exatamente assim... o que menos importa é por onde.
Um beijo também.

O Turista disse...

espera até deus te descobrir.