eu tenho uma amiga desconsolada
me diz não saber onde pôr a cara
com tantos pecados do mundo na sala

enquanto isso vai pondo a cara
entre as virilhas peludas de um cara
com quem se esconde na madrugada

em dias de quarta, quando liberada
pelo namorado, que sempre a amara
e que por recato nunca a amarra

de um lado o pecado, de outro a tara
no meio a amiga, lidando com a vara
a vara de surra, vara de chicote
e a vara de curra, vara da sorte

com varas e cordas vai minha amiga
o dedo em histe, a moral como esporte
laçando pessoas com cordas morais
laçando a si mesmo com as de sexy shop

4 comentários:

Luiza Liz disse...

gosto do jogo de palavras
maravilhoso blog.

Anônimo disse...

me amarrei malandro

com as cordas mi do violão e cadarços de botas de salto alto

Robisson disse...

me amarrei malandro

com as cordas mi do violão e cadarços de botas de salto alto

francine costanti. disse...

sempre leio seus textos, quero só te parabenizar e ... continue por aqui.

sorte.